• Autor citado no texto

Fraude Contábil

O perfil básico dos grandes fraudadores, consiste em: a) O fraudador não age de forma isolada, procura sempre a via do conluio; b) Cuida para não ser pego em flagrante; c) É uma ameaça interna quase sempre imperceptível como um empregado ou alguém com um cargo de gerência ou de gestão; d) É uma pessoa que trabalha na empresa há muitos anos e normalmente é uma pessoa de confiança dos proprietários; e) Tem autoridade ilimitada dentro de uma célula social, logo, pode transgredir os controles internos com muita facilidade; f) É autoritário, mas comporta-se como uma pessoa amigável

e tem uma fama de respeitoso e honesto; g) Costumam escolher segmento de negócios; possuem uma ampla comunicação com seus parceiros; h) Possuem um bom conhecimento em informática utilizado para descobrir falhas de segurança e os melhores meios de esconder seus atos; i) O fraudador não é simplesmente um ladrão, pois trata-se de um requintado estrategista com sorriso amável; considera a propina um direito que se não aproveitar, outro aproveitará em seu lugar; j) Procura não ostentar riquezas, faz-se de integrante da classe média baixa para encobrir os recursos ilícitos; k) Sempre se mostra indignado quando o assunto é a corrupção ou fraude; procura não mencionar diretamente o valor da propina, apenas o insinua por se pródigo no uso de metáfora, pois nunca é direto, usa de rodeios.

SÁ, Antônio Lopes de & HOOG, Wilson Alberto Zappa. Corrupção, Fraude e Contabilidade. 6. ed. Curitiba: Juruá, 2017

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ação de restituição do Plano Collor na Cédulas Rurais

O Plano Collor nas Cédulas Rurais foi sancionado em 1990, sob a lei Nº 8024 que declarou novos índices de reajuste para os saldos de cadernetas de poupança Rural do BTN (Bônus do Tesouro Nacional). Es

Revisão do FGTS 1999

Saiba como dar entrada no processo de revisão do saldo do FGTS A revisão do saldo do FGTS tem sido uma discussão recorrente entre os trabalhadores, e se tem cada vez mais se perguntado quem tem direit