• Autor citado no texto

Entenda como funciona o processo de auditoria interna

Auditoria interna é um procedimento adotado para avaliação de eficácia de um processo específico em uma empresa, com intuito de aprimorá-lo. Além disso, ajuda na verificação da necessidade de mudança na instituição, como alterações nas normas internas, ou até mesmo mudanças que possam assegurar melhorias contínuas.


Esse processo reúne um conjunto de procedimentos para avaliar os controles internos de uma empresa, para demonstrar a sua qualificação, dos seus registros e da sua segurança.


A auditoria interna consiste em uma atividade de observação, indagação, questionamento, checagem e sugestão de alterações e procedimentos. Pode ser definida como uma estratégia de controle administrativo, sendo essencial para a avaliação de eficácia e eficiência de demais controles de uma empresa.


Um importante fator sobre esse tipo de auditoria é que ela pode ser feita de duas formas: a auditoria de primeira parte que consiste em uma avaliação realizada pela própria empresa por funcionários treinados e orientados para a correta execução do procedimento. E a auditoria de segunda parte quando a empresa é auditada por um prestador de serviços ou fornecedor.


Entre os procedimentos que envolvem uma auditoria interna, destacam-se os exames, que incluem testes de observância e substantivos, que possibilitam o auditor interno obter comprovações para fundamentar suas conclusões e recomendações.


Conheça as vantagens da auditoria interna para o seu negócio


O objetivo da auditoria interna é analisar e propor melhorias para os processos de trabalho de uma determinada empresa. Se implementada de forma bem estruturada, promove inúmeras vantagens para o seu negócio, como as que veremos a seguir.


● Análise dos riscos - ao realizar uma auditoria interna, executa-se uma verificação dos principais pontos da empresa, tanto os fortes, quanto os fracos. Os pontos fortes devem ser bem aproveitados, já os fracos são indicativos de riscos, que se efetivados podem interferir nos resultados;

● Elaboração e planejamento de ações eficazes - uma vez identificadas as falhas existentes nos processos possibilitam identificar as suas possíveis causas com mais assertividade. Dessa forma, fica mais fácil de criar planos de ação mais eficazes, que possam atuar de forma direta no núcleo do problema, eliminando-o ou mitigando os seus impactos;

● Propor melhorias para as tomadas de decisão - estabelecer o acompanhamento das rotinas operacionais, permite a eliminação dos pontos fracos, podendo propor soluções eficazes, garantindo que o gestor possa tomar decisões mais assertivas, estando consciente das suas escolhas.

Isso só é possível, graças às informações colhidas durante a auditoria interna, criando uma base sólida que possibilita a avaliação de situações em diferentes ângulos, identificando os pontos positivos e negativos de cada ação;

● Melhor estruturação da gestão corporativa - a gestão corporativa trata-se de uma série de processos e definições que estão relacionadas à cultura empresarial, como os valores, os funcionários, colaboradores, sócios, etc. Definir e formalizar as regras de gestão, permite mais transparência em todas as partes envolvidas.


Quando recomenda-se a auditoria interna?


Para muitos gestores a auditoria interna, é apenas um recurso usado em grandes corporações para aperfeiçoar seus processos. Entretanto, vale lembrar que essa ação pode ser implementada em empresas de todos os portes, independente do seu segmento de atuação, desde que apresentem problemas que necessitem de mudanças.


Por se tratar de um processo de avaliação, a auditoria interna ocorre de acordo com as necessidades de cada empresa. Não existe um prazo certo para acontecer, dependendo exclusivamente da necessidade, sendo o mais recomendado que seja feita pelo menos uma vez ao ano.


Sendo assim, se um departamento pretende avaliar os seus processos ou identificar se existe a necessidade de realizar mudanças ou melhorias, pode solicitar uma auditoria interna, sem precisar envolver toda a empresa.


Portanto, é possível que em uma mesma empresa haja mais de uma auditoria interna no ano.


Existem porém, algumas situações em que a auditoria interna é normalmente recomendada, entre elas destacam-se:


● Empresa enfrenta problemas financeiros;

● Empresa possui problemas com os Recursos Humanos;

● Empresa apresenta resultados frequentes que não estão de acordo com as metas;

● A empresa pretende expandir seus negócios de forma estruturada.


O que é necessário para dar andamento a auditoria interna na sua empresa?


Como se trata de um processo que visa organizar e melhorar a gestão e estrutura da sua empresa, a auditoria interna também precisa de organização, sendo um processo que abrange algumas etapas de grande importância.


Veja a seguir as etapas necessárias para a realização de uma auditoria interna:


  1. Estabeleça os objetivos da auditoria interna - é fundamental que o gestor tenha em mente os principais objetivos que pretende alcançar ao realizar a auditoria. Podendo assim, encontrar oportunidades de melhoria, correção e mudanças;

  2. Realize o planejamento - após a definição dos objetivos é hora de planejar a auditoria interna, esse planejamento deve ocorrer de forma prévia para se obter a participação de todos os colaboradores;

  3. Elabore um cronograma - transforme o que foi definido no planejamento em cronograma, com informações que permitam uma melhor compreensão de cada procedimento;

  4. Crie um check-list - desta forma o auditor consegue visualizar quais procedimentos já foram feitos e quais faltam;

  5. Contrate um auditor imparcial - como o objetivo da auditoria é propor melhorias para obter resultados eficientes, o auditor deve ser um profissional imparcial para não interferir no processo;

  6. Elabore um relatório e plano de ação - esse é o momento de reunir todas as informações coletadas e elaborar um relatório e um plano de ação.


Independente do segmento ou porte da empresa, realizar a auditoria interna pode favorecer e assegurar que os processos do seu negócio sejam executados de maneira adequada por todos os colaboradores. Pensando nisso, recomenda-se apostar neste método para evitar situações que possam colocar em risco os lucros e atividades da empresa.


Além disso, a auditoria é instrumento de grande importância para o controle da gestão empresarial, ajudando a simplificar tarefas e reduzir desperdícios. Por isso, tornou-se ferramenta principal para auxiliar os gestores.


Dicas para contratar um bom auditor


É preciso se atentar a algumas dicas na hora de escolher um auditor, antes de colocar a sua empresa nas mãos de qualquer pessoa.


O primeiro procedimento é estudar o mercado de auditores, podendo escolher por uma empresa de consultoria que ofereça a melhor relação custo-benefício para o seu negócio. Para isso, é preciso solicitar orçamentos, e estudar diferentes propostas, para entender o que cada consultoria pode oferecer.


Atente-se a área de atuação do auditor, dê preferência a profissionais que estejam acostumados a trabalhar com organizações que sejam do mesmo segmento da sua empresa.


Garantia de sigilo é importante que o auditor mantenha em sigilo as informações que apura sobre a sua empresa durante o processo da auditoria.


Vale ressaltar que a auditoria interna é um processo que serve como aprendizado aos gestores. Pois possibilita que aprendam novas técnicas e melhorem as rotinas de trabalho. Desse modo, quanto mais você e sua empresa extrair de aprendizado com os auditores, maiores são as chances de obter a eficiência da sua empresa.


Por que contratar um auditor?


Quem vivencia diariamente a rotina de uma empresa tem dificuldade de identificar possíveis falhas na gestão. Algumas vezes basta uma pessoa com olhar de fora, para identificar um problema e ajudar a propor mudanças.


Nesse contexto, entra o auditor um profissional cuja missão é investigar a fundo a fim de averiguar todo o cenário financeiro da instituição, baseando-se em documentos como registros contábeis, relatórios do fluxo de caixa e políticas de controle interno.


São funções do profissional de auditoria interna: validar a eficiência de processos contábeis, financeiros e operacionais; verificar o cumprimento dos processos obrigatórios; averiguar se as informações e dados fornecidos pela empresa são confiáveis; garantir a qualidade da execução das tarefas e identificar os riscos estratégicos da empresa.



Saiba onde contratar consultoria especializada para a realização de auditoria interna para a sua organização


Quem busca por uma empresa de consultoria empresarial, para orientação de auditoria interna, a TG é uma referência, pois nasceu com foco de prestar serviços diferenciados e de excelência voltados para as áreas de Perícia, Avaliação, Auditoria e Consultoria.


Contamos com uma equipe de sócios com mais de 15 anos de experiência no mercado, somos uma empresa que possui um histórico de mais de 1 mil pareceres e laudos elaborados.


Além de auditores com cadastro no CNAI-CFC (Cadastro Nacional de Auditor Independente do Conselho Federal de Contabilidade).


Nossa sede está localizada no Centro de Brasília e contamos como uma estrutura com instalações modernas e funcionais.


Ao contratar nossos serviços, você reduz tempo e pode se dedicar à atividade principal da sua empresa, designado a auditoria interna para um profissional qualificado para tratar do assunto e elaborar ações que possam efetivar mudanças e propor melhorias para toda a sua empresa ou departamento específico.


Conclusão


Chegamos ao fim deste conteúdo, que abordou sobre a auditoria interna e como ela pode ser uma aliada para realizar melhorias e mudanças na sua empresa, seja de forma completa ou em um departamento específico.


Que tal recapitularmos um pouco do que aprendemos? Em primeiro lugar, vimos como é feito o processo de auditoria interna, que são uma série de procedimentos para o controle interno de uma empresa e pode ser realizado de duas formas.


Depois pudemos ver como é vantajoso realizar uma auditoria interna em uma empresa para identificação de fraquezas e pontos fortes, podendo ser favorável para prevenção de riscos, realizando mudanças e outros procedimentos.


Na sequência conhecemos os possíveis cenários em que uma empresa pode recorrer a auditoria interna, principalmente quando está passando por problemas financeiros, com o RH, não consegue atingir as metas esperadas ou deseja expandir seus negócios de forma organizada.


Conhecemos o passo a passo para o andamento da auditoria interna, pontuando tudo o que é necessário do planejamento até a execução do plano de ação. Apresentamos algumas dicas para você acertar na hora da contratação de uma empresa de auditoria ou auditor.


Por fim, apresentamos a TG uma empresa referência em auditoria, especializada em consultoria, perícia e avaliação.


Contrate a TG para auditoria interna da sua empresa


Precisando de um auditor qualificado, experiente e imparcial, contrate os profissionais da TG, que possuem anos de experiência oferecendo as orientações que o seu negócio precisa para prosperar.


Temos auditores habilitados para realizar auditorias na sua empresa, atendendo aos seus objetivos e necessidades, podendo propor as melhores soluções e mudanças para organizar da melhor maneira a gestão da sua empresa.


Disponibilizamos nossos serviços para empresas de todos os porte e segmentos, atendemos no Estado de Brasília, onde está localizada a sede da nossa empresa.


Não perca tempo e contrate nossos serviços de auditoria interna, temos profissionais preparados para avaliar todos os riscos da sua empresa, analisando sigilosamente os dados e informações concedidas para propor mudanças efetivas que gerem excelentes resultados para a lucratividade do seu negócio.


Consulte nossos especialistas e contrate agora mesmo auditores de confiança para cuidar da sua empresa propondo as melhores soluções para controlar os processos internos de forma adequada e estrutural. Confie na TG para realização de auditoria interna!

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo